Skip to main content
Mulheres sentadas em um sofá e olhando para o logotipo do facebook

As 10 Principais Tendências de Marketing no Facebook que continuarão relevantes em 2021

Com uma audiência global de mais de 2,7 bilhões de usuários ativos, o Facebook continua sendo a maior plataforma social do mundo. No 3º trimestre de 2020, todos os produtos do conglomerado (Facebook, Messenger, WhatsApp, Instagram) foram usados por 3,14 bilhões de pessoas. Obviamente, esta é uma das plataformas de publicidade mais promissoras. Para saber como divulgar você pode promover a sua marca através do Facebook em 2021, confira as principais tendências de marketing desta rede social.

Facebook Live

As restrições ao contato físico causadas pela pandemia do coronavírus estimularam o desenvolvimento da comunicação online. Assim, os usuários passaram a se comunicar mais ativamente por meio do Facebook Live fazendo transmissões ao vivo para seus seguidores. No ano passado, o público que utilizou o serviço para assistir lives foi de 2 bilhões de pessoas.

De acordo com os resultados do 2º trimestre de 2020, a popularidade das Lives do Facebook aumentou 26,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Portanto, houve um aumento na popularidade, mas não houve um movimento ativo em direção à tendência.

Na metade de 2020, cerca de 1% da forma de comunicação das marcas no Facebook foi feita no formato de Live. Portanto, as marcas ainda têm bastante espaço para crescer na utilização desta ferramenta repleta de benefícios e se conectar com o público-alvo através dela. Dito isto, fica óbvio que essa tendência vai continuar.

Fonte: Mediashift.org

Marketing de vídeo

Os vídeos são o tipo de conteúdo mais popular entre os usuários da rede social. A demanda por eles está crescendo cada vez mais e, portanto, utilizar vídeos em na estratégia de marketing da sua marca é a decisão certa. O Facebook se tornou a plataforma de conteúdo de vídeo mais popular (81,2% do total de visualizações de vídeo nas plataformas sociais).

Até agora, os vídeos representam uma fatia de 17% do total de tipos de conteúdo mais utilizados no Facebook, o colocando em 2º lugar. As fotos ainda são o tipo de conteúdo mais popular. Elas são encontradas em 70% de todas as postagens da rede social.

Fonte: SocialPilot

Ao decidir apostar no conteúdo de vídeo em 2021, não deixe de considerar que os vídeos que melhor funcionam são aqueles com duração entre 1 e 5 minutos.

Realidade Aumentada

De acordo com as previsões, a capitalização de mercado para os produtos de realidade aumentada e virtual será de quase US$ 19 milhões até o final de 2020. Essas tecnologias podem afetar significativamente o desenvolvimento de novas ferramentas do Facebook.

O aplicativo Spark AR já tem uma enorme popularidade. Possui mais de 500 milhões de autores de 190 países que já criaram mais de um milhão de efeitos de realidade aumentada para Instagram e Facebook. Os efeitos publicados em 150 contas trouxeram aos autores mais de 1 bilhão de visualizações em 9 meses de 2020.

Comunidades temáticas

O que pode unir pessoas de diferentes idades, vivendo em diferentes partes do planeta, representando diferentes classes sociais? Interesses em comum! É um potencial enorme e as comunidades no Facebook confirmam isso. Mais de 10 milhões de comunidades temáticas já foram cadastradas na rede social, com um público total de quase 1,4 bilhão de usuários por mês.

As empresas também podem criar comunidades corporativas para se comunicar com seus clientes. As marcas também podem interagir com outros grupos. De acordo com os dados divulgados, 93,7% das marcas usam as comunidades do Facebook para promover seus negócios.

O processo de construção da comunidade é simples. As configurações também não levam muito tempo para serem feitas. Quanto ao branding, você pode fazer uso de serviços especiais. Por exemplo, o criador de logotipo Logaster permite que você crie um conjunto completo de elementos visuais da sua marca para uma página do Facebook em poucos minutos.

Anúncio no feed de notícias

Milhares de marcas usam o Facebook como plataforma de publicidade. Portanto, além das tendências, vale a pena estudar as táticas de marketing das outras empresas.

É esperado que mais marcas foquem no feed de notícias do Facebook em 2021. Isto fica mais óbvio ao analisar os dados do 3º trimestre de 2020. As empresas gastaram mais de 58% de seu orçamento de publicidade na publicação de anúncios em seus feeds de notícias personalizados.

 

Fonte: SocialPilot

Há razões para isso. A taxa de engajamento deste tipo de anúncio é de 1,82%. Para efeito de comparação, a taxa para o feed de vídeos do Facebook é de 0,85% e  para os vídeos in-stream é de 0,65%.

Compras online

A popularidade dessa tendência é óbvia. A popularidade das compras online cresce de forma constante e o fechamento de lojas offline durante a pandemia foi um ponto de virada importante para este tipo de comércio. Os compradores começaram a trabalhar e a passar muito mais tempo em casa, fazendo com que os negócios online tivessem um aumento significativo de demanda.

O Facebook respondeu à tendência em tempo hábil, lançando o serviço de Lojas nos primeiros meses de 2020. Ele permite que um usuário registrado crie uma loja online. A principal finalidade deste recursos é inspirar os usuários a comprar um produto e torná-lo mais acessível possível.

Fonte: SocialPilot

Está mais do que claro que o número de marcas que usam o Facebook Shops aumentará bastante em 2021. A maioria deles usará o serviço como um canal adicional de vendas.

Conteúdo gerado por usuários

As publicações criadas pelos próprios usuários da rede social, estiveram e continuam no topo das formas de marketing mais eficazes durante o ano. Durante a pandemia, esse conteúdo se tornou uma grande tendência.

O motivo é simples: os estúdios profissionais foram temporariamente fechados. Não havia ninguém para criar novas publicações e vídeos. As marcas tiveram que preencher a lacuna com conteúdo gerado por usuários, o que se revelou uma boa alternativa.

O número de visualizações de vídeos criados por usuários no Facebook dobrou. Em agosto de 2020, atingiu 495 bilhões. Para se ter uma ideia, em janeiro de 2020 este número era de aproximadamente 223 bilhões.

Subsídios para Pequenas Empresas

A pandemia provocou uma desaceleração na economia e as pequenas empresas foram as mais afetadas. 30% das pequenas e médias empresas foram impedidas de conseguir empréstimos em quase todo o mundo e não puderam continuar seu trabalho por causa disso.

No início de 2020, o Facebook anunciou a sua intenção de doar US$ 100 milhões a 30 mil empresas ao redor do mundo – apenas para que as empresas possam lidar adequadamente com os desafios causados pela pandemia.

Infelizmente, as restrições de quarentena continuarão em 2021. Muitos esperam que a empresa anuncie novamente um apoio para que as empresas continuem realizando e promovendo os seus produtos no Facebook.

Chatbots

Os clientes adoram conforto e velocidade. A entrega rápida e a comunicação com o vendedor são igualmente importantes para eles. Os chatbots possibilitam este tipo de funcionalidade e a sua popularidade está crescendo continuamente.

A Business Insider prevê que a capitalização de mercado dos chatbots passará de US $ 2,6 bilhões em 2019 para US $ 9,4 bilhões em 2024.

Fonte: SocialPilot

Podemos assumir que os chatbots serão cada vez mais usados por novas marcas. O Facebook já tem mais de 40 milhões de bots corporativos. Cerca de 20 bilhões de mensagens são enviadas por meio deles todos os meses.

A rede social pretende melhorar o processo de comunicação para consumidores e clientes corporativos. Assim, através do Facebook Messenger, você poderá marcar compromissos e realizar campanhas para atrair novos leads.

Alcance orientado por hashtag

As hashtags foram apresentadas ao mundo pelo Twitter há mais de 20 anos. Hoje em dia, elas são usadas em várias redes sociais e até em projetos offline. Elas influenciam a promoção de postagens no Instagram e no Facebook.

A rede social está trabalhando em novas funcionalidades para as hashtags. O objetivo é aumentar o alcance das publicações e aumentar o engajamento. Recomendações inteligentes também serão introduzidas na formação de hashtags, com base em um conjunto de critérios. Até o momento, a nova ferramenta está em fase de testes, mas é possível que estabeleça uma nova tendência de promoção em 2021.

Conclusão

Obviamente, a maioria das tendências “migrou” de 2020 para 2021. Portanto, será uma continuação de práticas bem-sucedidas e respostas de negócios às restrições impostas pelas quarentenas. Ao focar nessas tendências as empresas podem obter melhores resultados. E não deixe de ficar de olho nas novas oportunidades que podem aparecer em 2021.

Sobre o autor:

Dmytro Leiba

Gerente de marketing do Logaster, um serviço online de criação de identidade de marca. Ele possui experiência prática em marketing e branding. Em seu tempo livre, ele gosta de ler sobre negócios e compartilhar seu conhecimento com outras pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *