Skip to main content
Lojista fazendo picking, ele está separando e embalando suas vendas com caixas de papelão ao lado de um notebook

O que é picking?

 

Picking, ou order picking, é o processo de separação e preparação dos pedidos, para que eles cheguem corretamente até o consumidor.

Nos sistemas de gestão para lojas virtuais, o processo de picking é atrelado a separar todos os produtos vendidos que serão enviados.

Em um passo a passo, funciona da seguinte forma.

1° Picking: Separar todos os produtos que serão enviados.

2° Packing: Embalar os pedidos individualmente por cliente.

Geralmente, em operações menores, ocorre apenas um processo, o de packing, quando o operador separa individualmente os pedidos para fazer o envio.

A entrega rápida e correta de produtos é um dos fatores de decisão de compra e principalmente de fidelização do cliente.

Além disso, o setor de estoque é responsável por grande parte do investimento em mão de obra nos e-commerces.

Neste cenário, o picking, feito de forma eficiente, aparece como um diferencial competitivo forte para a empresa.

 

Vamos entender o que é picking para lojas virtuais?

Como funciona o picking na logística de um e-commerce?

O processo do picking na logística de um e-commerce pode acontecer de quatro formas: por onda, por lote, por zona e discreto. A escolha da estratégia depende de fatores como o número de operadores que podem mexer em um único pedido, a quantidade de peças que podem ser separadas por coleta e os períodos adequados para isso. Há ainda a possibilidade de fazer um mix de processos.

  • No picking discreto, uma única pessoa é responsável por todo o processo de recolhimento de um produto por pedido.
  • O picking por onda é similar, mas mais pedidos são acumulados e feitos em períodos do dia agendados.
  • O picking por zona é feito quando o estoque é dividido por tipos de produtos.
  • No picking por lote, uma quantidade “x” de pedidos é acumulada antes dos produtos serem separados.

Uma estratégia nova de picking é o Bucket Brigades. A principal vantagem dela é que é autobalanceável. Ou seja, ela se adapta à necessidade daquele momento de produção, sem sobrecarregar e também sem deixar funcionários ociosos.

Como implantá-lo na loja virtual?

Para implantar o picking em sua loja virtual, siga algumas dicas.

Organize-se

O estoque precisa ser organizado, limpo, com poucas distrações e boa sinalização. Sem falar na estratégia, que deve ser clara para todos os envolvidos, com documentos e relatórios fáceis de monitorar.

Cuide da entrada do produto no estoque

Deve ser feita a conferência do produto e do código de barras ao chegar ao armazém. É preciso colocá-lo no lugar correto e ter um documento para que ele possa ser facilmente mapeado e encontrado.

Destaque os produtos de maior giro

A ideia aqui é bem simples: produtos que saem mais precisam estar em locais mais próximos, visíveis e de fácil acesso.

Invista em um sistema de informação

Um programa em que o estoque é controlado digitalmente é fundamental para o bom funcionamento do picking. Além de diminuir os erros, os sistemas de informações possibilitam analisar relatórios e visualizar possíveis gargalos e falhas na operação.

Monitore a operação

Acompanhe sempre o funcionamento do picking, veja o que está dando certo e o que precisa ser mudado.

Quais as vantagens de um picking bem feito?

A atividade mais bem organizada otimiza o processo de separação e preparação dos produtos. Resultado: todo mundo ganha!

  • A empresa, que pode reduzir os seus custos com a área.
  • O consumidor, que recebe o produto correto em um curto espaço de tempo.

Quais os tipos de picking?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que é picking, vamos listar alguns dos métodos mais utilizados para realizar a separação. Quer descobrir quais são? Continue a leitura a seguir!

<h3>Picking discreto</h3>

Esta modalidade de picking consiste em uma abordagem individual e minuciosa. Nela, cada colaborador acompanha cada processo, do começo ao fim, um por vez.

Escolher esta opção de picking é vantajoso, pois, em um processo detalhado e individual, a margem para erros e deslizes é bem menor, potencializando as chances de efetuar uma entrega sem qualquer tipo de imprevisto.

Contudo, esta abordagem custa tempo, uma vez que exige atenção total a um pedido por vez. Em uma empresa com bastante demanda de pedidos, isso pode desacelerar consideravelmente o ritmo de preparação dos pacotes.

Picking por zona

Neste modelo, há a atuação conjunta de vários operadores. Ou seja, cada um recebe os produtos que são de sua responsabilidade para serem separados. Tudo isso é feito em uma zona específica, sob sua responsabilidade.

A grande vantagem competitiva deste modelo é que o operador fica altamente especializado na sua função. Ou seja, a execução ganha muita escala e produtividade. Entretanto, é preciso ter um pouco de cuidado, pois pode ser que isso gere um prejuízo ao colaborador quando ele for deslocado para outra etapa. Pense nisso!

Picking por lote

No picking por lote, todas as mercadorias já são separadas de uma só vez. Isso faz com que haja uma menor movimentação e deslocamentos no interior do armazém. Este modelo aumenta o entendimento sobre o que é picking por ser muito interessante para pequenos negócios que ainda dispõem de pouco espaço físico.

Neste caso, o tempo é completamente otimizado, já que permite agrupar os pedidos. Porém, justamente por este motivo, também está propenso a cometer mais erros. É necessário ter muita atenção e planejamento neste processo.

Picking por onda

O picking por onda é baseado apenas na coleta de um determinado tipo de produto. O operador só realiza a coleta da mesma mercadoria em um determinado período de tempo. Esse lapso temporal leva em conta demanda e quantidade de pedidos emitidos.

Este processo é muito utilizado em ambientes que precisam de bastante sincronia. Uma de suas grandes vantagens é que este picking em específico pode ser utilizado simultaneamente com outro modelo.

Quais as melhores maneiras de aumentar a eficiência do picking?

Esta é uma dúvida muito comum. Existem alguns processos que podem ajudar muito no alcance de um maior grau de produtividade e eficiência. Separamos as melhores para você logo abaixo. Confira!

Automatizar processos

A automação é o passo inicial para que haja maior profissionalismo e agilidade nos processos. Isso pode ser aplicado em processos diretos ou indiretos que envolvem o picking. Por exemplo, a emissão de pedidos de forma automatizada e o despacho são atividades que podem ser automatizadas tranquilamente. Executadas de forma manual, elas acabam onerando a atividade.

Reduzir o uso de documentos físicos

O uso de papel e pastas está com os dias contados. Quem pretende crescer e alavancar seu negócio deve ter uma mentalidade voltada para a digitalização e a tecnologia. Então, é muito recomendável diminuir a utilização de documentos físicos, optando por digitalizações, a fim de aumentar a eficiência.

Quais as principais tecnologias de sistema picking?

As estratégias de picking manual podem ser aperfeiçoadas com o uso de novas tecnologias. Isso traz mais eficiência e velocidade aos processos.

Voice pick

Esta tecnologia é baseada em terminais informáticos que sintetizam e fazem o reconhecimento por voz. Isso possibilita dar instruções e executar ordens apenas por meio da verbalização com o operador.

Pick by light

O pick by light é um modelo em que luzes e números informam ao operador a posição em que haverá o recolhimento. Além disso, também é demonstrada a quantidade do produto requerida.

Picking e packing: descubra as diferenças

Como vimos no começo do texto, em um processo de logística de entregas, temos o picking, que consiste em separar o pedido, e o packing, que diz respeito ao empacotamento dos pedidos individualmente. Empresas de menor porte com uma demanda de pedidos mais baixa pulam o picking por completo e só aderem ao packing.

De maneira geral, estas são as principais diferenças, por definição. Como já vimos bastante sobre o picking, é interessante entender também qual papel o packing desempenha. 

O packing tem como principais objetivos unificar pedidos, criar uma embalagem resistente e que diminui as chances de ter sua integridade prejudicada, propiciando, além de danos, furtos.

Dá para perceber facilmente que um bom packing é essencial para manter a qualidade do produto, além de ser importante na experiência do usuário ao fazer o unboxing do pedido.

Por isso, investir em embalagens e empacotamentos de qualidade é fundamental. Lembrando que cada vez mais estão sendo prezados materiais sustentáveis na composição destes elementos.

Muitas empresas vêm reduzindo, ou até eliminando completamente, a presença de materiais plásticos em seus pacotes. Desta forma, a qualidade da entrega se mantém, reduz-se a quantidade de lixo produzido e satisfaz ainda mais o cliente. É algo a se considerar!

Conseguiu descobrir o que é picking? Sabe tudo sobre as novas tecnologias deste sistema? Então, conte para a gente qual a sua experiência com este assunto no campo de comentários logo abaixo. Queremos saber sua opinião!

Quer melhorar seu processo de entregas? Conte com a Frenet!

Agora que você está craque no que se refere a picking, entenda como a Frenet pode te auxiliar no processo de entregas. 

A Frenet atua como um intermediário entre sua loja virtual e empresas de transporte. Somos uma empresa de tecnologia que funciona como um facilitador neste processo de vínculo. 

É importante ressaltar que a Frenet em si não é uma transportadora – só simplifica o processo de integração entre elas e e-commerces. 

Com a gente, você também pode realizar cálculos de frete, se conectar com diversas transportadoras e os Correios, além de criar regras de frete.

Navegue por nosso site, se cadastre e saiba mais sobre a gente! Além disso, em nosso blog, temos mais conteúdos como este para melhorar cada vez mais o seu negócio! Aproveite!

                                                                          Conheça a Frenet!

3 thoughts to “O que é picking?”

  1. Obrigado por publicar esse material, está sendo de grande valia, foi bem esclarecedor.

  2. Olá, bom dia!
    Trabalho na área de logística, na em presa em que trabalho temos estas modalidades, porém não é o setor em que atuo no momento.
    Achei este arquivo, apesar de pequeno, super esclarecedor e muito bem elaborado, conseguir distinguir bem esses dois elementos do mundo da logística em que me desperta tanta curiosidade só de ouvir falar pelos galpões da empresa , (picking e packing ), obrigada por nos permitir ter acesso a este material.

  3. Obrigado pela publicação. Enriqueceu meus trabalhos acadêmicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *